Documentários sobre moto no NETFLIX

COMPARTILHE

Se você é um dos entusiastas, e assinante, do serviço de streaming mais querido do momento, separamos para você 4 filmes que estão atualmente no catálogo brasileiro da NETFLIX cujo tema é seu tema favorito: motos.

O grande problema é que os filmes vão e vem pois o catálogo não é cumulativo e qualquer filme na plataforma pode ser retirado sem aviso. Atualmente, existem quatro documentários sobre duas rodas disponíveis e falamos um pouco de cada um pra você escolher qual deles assistir. Abaixo, colocamos os quatro por ordem de interesse e qualidade de acordo com o sucesso de crítica e público e, claro, de acordo com nossa avaliação. Escolha um, ou todos, e bom entretenimento.

Fastest

O documentário, produzido em 2010 e 2011, pega justamente o período conturbado da competição de MotoGP onde o campeão Valentino Rossi começa a sentir o peso da idade e a chegada de pilotos mais jovens e ousados. De qualquer maneira, o filme é sobre a pessoa de Valentino Rossi, um fenômeno do esporte a motor e também uma figura fascinante.
Acompanho a MotoGP desde garoto e sempre achei infinitamente mais competitiva e emocionante que a fórmula 1, por exemplo. Vi Valentino Rossi subir da 250cc para a categoria principal e tornar-se o mito que é hoje. Valentino deveria ser um exemplo para o esporte em geral. É uma pena que a moto velocidade só é admirada em poucos lugares da Europa, principalmente na Itália.

Ao contrário de nossos ídolos do futebol que são “estrelas do rock” jogando, muitas vezes, apenas por dinheiro e fama, Valentino é uma máquina e, acima de tudo, um cara humilde e doidão que poderia ser tranquilamente aquele seu amigo meio lunático que toma uma cerveja com você de vez em quando. A maior qualidade de Valentino é saber reconhecer os próprios erros e, principalmente, saber rir e fazer piada de si mesmo. É apaixonado pelo que faz. Não a toa, depois de um terrível acidente onde quebrou os dois tornozelos, voltou andando de muletas para correr novamente e, nunca, nunca faltou uma prova sequer. Prova de que ama correr de moto. E sempre que fez alguma cagada, fez questão de dar um lembrete a si mesmo nos seus famosos capacetes, sempre com uma pintura diferente, como na ocasião em que caiu por um erro bobo em uma prova e, na seguinte, correu com um burro estampado no capacete. E mais, saiu da equipe Honda que tinha a melhor máquina por que sabia que era a moto que estava levando os títulos e não o piloto. Foi para uma equipe que tinha uma moto inferior (Yamaha) e, na primeira corrida, venceu. E venceu e venceu. Quem faria isso na Fórmula 1? O cara faz parte de um grupo de apenas 24 pilotos que em 60 anos, obtiveram o título mundial da principal categoria. E ele tem 7 (9 no total). Para quem curte esporte à motor e motociclismo, é um ótimo filme.

Veja o trailer

Na Netflix: http://nflx.it/2mCozqU

Unchained: The Untold Story of Freestyle Motocross

Um documentário cheio de depoimentos e entrevistas com os grandes ídolos de uma das categorias de esportes radicais mais famosas e bem sucedidas do mundo, contando em detalhes desde o nascimento da categoria até cair no gosto popular. Tem muito material interessante dos bastidores das competições e, como filme, é muito bem feito e bem produzido. Entre os quatro desta lista é o que tem a melhor nota da crítica especializada.

Veja o trailer

Na Netflix: http://nflx.it/2n4ZXDy

David Beckham: Into the Unknown

Um documentário feito única e exclusivamente para promover uma celebridade onde uma operação de guerra de produção foi montada para fazer parecer com que o famoso atleta é um aventureiro em busca de si mesmo na companhia de três de seus melhores amigos. Beckham viaja ao Brasil e, com uma produção cuidadosa por trás, mostra todos os clichês possíveis sobre o que seria uma viagem ao Brasil: tem vôlei de praia, favela e floresta. O ponto alto é uma viagem de moto pelo território amazônico. A única coisa que parece ser espontânea no filme é a alegria de Beckham ao poder, por alguns momentos e situações, ser uma pessoa comum e anônima. Vale pela boa produção e se você é fã do jogador mas está longe de ser um filme interessante sobre motociclismo.

Veja o trailer

Na Netflix: http://nflx.it/2n38ZQl

21 Days Under the Sky

Quatro amigos decidem fazer uma road trip de moto pelos Estados Unidos para chegaram a um tradicional encontro nacional de motociclistas. A ideia é fazer a viagem com motocicletas customizadas no melhor estilo old school. Porém, o filme é pura estética, completamente fabricado e pouco autêntico. É fácil perceber que muitas das situações são completamente planejadas, encenadas e não espontâneas. O que quase coloca o filme como uma espécie de docuficção.

Muita coisa causa estranheza. Em uma cena, cafona e caricata pra caramba, aparece uma menina (namorada de um dos sujeitos) com ares de modelo/modernete/blasé costurando a calça de um dos viajantes que faz questão de manter uma postura e visual, obviamente forçados, tipo “Urtigão” desleixado. Puta barra forçada.

O ótimo blog Old Dog Cycles (vale muito a pena seguir!) também faz alguns comentários que são bem pertinentes pra quem anda de moto há bastante tempo. Nas palavras do autor do post sobre o filme: “Eles não estão fazendo absolutamente nada de revolucionário ou corajoso, criar poemas beatnicks sobre os quatro amigos na estrada é um pouco de exagero. (…) “Ok, eu entendo que cruzar os EUA em uma moto vintage é divertido. Mas dizer que fazer 3.800km em 21 dias em um país com estradas magníficas e bastante seguras é algo “para os corajosos e bravos” é uma enorme bobagem.”

No final, é pra ver comendo uma pipoca sem levar a sério em momento algum e pensando que é um enorme videoclipe com imagens cuidadosamente selecionadas para parecer cool mas que, de autenticidade, não tem nada. Aliás, dos quatro filmes desta lista é o que leva a menor nota da crítica especializada.

Veja o trailer

Na Netflix: http://nflx.it/2nUk0ID

Se for para escolher um dos quatro, vá com tudo em Fastest ou Unchained. Dois filmes bem feitos e interessantes que valem a pena.
Assista David Beckham: Into the Unknown ou 21 Days Under The Sky por sua conta e risco ou se não tiver absolutamente mais nenhum programa interessante pra fazer.

COMPARTILHE