BMW F650 Scrambler customizada por Frateschi Garage

COMPARTILHE

Um dos grandes desafios dos customizadores muitas vezes é a própria moto base. Muitas motocicletas são sucesso de público e crítica no quesito desempenho, performance, conforto e tantos outros adjetivos afins. E é justamente esse o caso da mono cilíndrica BMW F650. Porém, nem tudo são flores. Cria dos anos 90, seu design está longe de ser uma unanimidade. Mas em se tratando de uma base super confiável por um ótimo custo benefício, a BMW F650 provou-se uma motocicleta digna de uma transformação surpreendente.

O projeto chegou até a Frateschi Garage pelo interesse de um potencial cliente por um outro projeto da oficina. Em uma visita rápida, acabou encantado com uma Honda XLX250 transformada em uma scrambler. Mas como a motocicleta havia sido um projeto muito pessoal, Renato Frateschi não tinha intenção alguma de vende-la. Sendo assim, começou a pesquisar uma moto base para uma nova scrambler que coubesse no orçamento previamente acordado na encomenda. A ideia era utilizar uma motocicleta com no mínimo 500 cilindradas já que o cliente tinha como ideia de uso o lazer e pequenas viagens, sempre com garupa, prezando pelo conforto e contando com a possibilidade de um off-road leve. Além da premissa de um design mais sóbrio e classudo que não deixasse o conjunto muito chamativo e parecendo “coisa de garoto”.

Durante a busca pela moto base, Renato fui surpreendido por uma BMW F650 1994 com apenas 40.000 Km rodados. Apesar da idade, muito bem cuidada e conservada. Além disso, uma motocicleta com um histórico invejável de durabilidade e confiabilidade entre seus proprietários. Uma BMW mono cilíndrica como motor Rotax das italianas Aprilia, mesmo modelo que acabou vencendo o Paris Dakar duas vezes por conta de sua robustez e baixo centro de gravidade, entre outras coisas. A curiosidade é que esse mesmo modelo acabou dando origem a linha BMW F650GS com dois cilindros. No final das contas, uma ótima moto base com um custo de aquisição relativamente baixo pelo que ela oferece.

Apesar da BMW F650 ter sido um sucesso de vendas, crítica e público em um passado não tão distante, seu design nunca foi necessariamente uma unanimidade. Para muitos é considerada como o patinho feio da família BMW e justamente isso era grande parte do desafio do projeto: deixar a motocicleta mais moderna e atraente.

Levando em conta a premissa da discrição proposta pelo cliente, o approach caminhou em direção a uma linha mais sóbria de fato em comparação com outros projetos da oficina onde há uma clara intenção mais agressiva tanto no visual quanto na mecânica e performance. Eis que o toque de classe necessário veio com o tanque icônico das primeiras BMW. O toque pessoal e autoral de ousadia da oficina ficou com o escapamento em inox 1×2, fabricado quase que completamente com exceção das ponteiras SC Project. Segundo Renato, o único elemento mais agressivo do projeto como um todo.

A parte mais difícil da construção foi adaptar o tanque antigo em um projeto no qual ele, além de fazer sua função de armazenar o combustível, também teria de acomodar praticamente toda a parte elétrica escondida, inclusive a bateria de lítio, para deixar a moto o mais limpa possível.

A impressão 3D foi muito utilizada para colocar peças únicas e exclusivas na moto. Para lamas, grade de farol, protetores de suspensão, condensador de óleo com filtro e outras peças menores foram fabricadas nesse processo.

O sub frame foi completamente refeito assim como os suportes para o sistema de escapamento.

O esquema de cores especial em dois tons (vermelho e preto) foi o toque final para dar um novo rosto e fazer uma senhora voltar a brilhar com o aspecto de uma motocicleta nova e moderna.

Estivemos na Frateschi Garage para mostrar em detalhe o projeto dessa linda BMW F650. Aperta o play, preste atenção e descubra uma série de dicas e “segredos” do projeto revelados pelos customizador.

Que tal? O que achou do projeto? Conta pra gente nos comentários!

COMPARTILHE