Emula: a motocicleta elétrica que simula as motocicletas do passado / Emula: the electric motorcycle that simulates bikes from the past

Um dos argumentos mais utilizados por aqueles que torcem o nariz para o nova onda de veículos elétricos, geralmente, é a falta de personalidade e características únicas que só existem nos veículos movidos por motores a explosão: o som, a vibração, a resposta, o comportamento, a troca de marchas, a embreagem, a potência progressiva e tudo mais. Foi justamente de olho nos reclamões que a italiana Zener deu à luz à startup 2Electron, seu braço responsável por atuar em tecnologia a inovação para novos tempos e novas demandas. E eis que surge a Emula, uma moto elétrica que promete colocar todo o feedback e sensação de pilotar uma motocicleta do século 20 em tecnologia de ponta voltada para o século 22.

Leia mais “Emula: a motocicleta elétrica que simula as motocicletas do passado / Emula: the electric motorcycle that simulates bikes from the past”

Kawasaki Ninja – as pequenas esportivas de baixa cilindrada

Em um passado não tão distante, nos anos 80 e 90, as motocicletas esportivas de baixa cilindrada eram uma realidade nas ruas europeias e japonesas. Por razões diferentes. No Japão, berço da indústria moderna, o desenvolvimento e pesquisa constantes, aliados ao circo de competição, davam a luz a pequenos foguetes, muitos impulsionados por motores 2 tempos, projetados com o que havia de melhor em termos de tecnologia como as Yamaha TZR 250 e as Honda NSR 250. Já na Europa, por questões de legislação, havia um mercado promissor de motos de entrada pra jovens de 16 anos que podiam pilotar desde que com limitação de potência para as máquinas. Casos como o da Cagiva Mito e da Aprilia RS 125, que ficavam na casa dos 30 e poucos cavalos.

Leia mais “Kawasaki Ninja – as pequenas esportivas de baixa cilindrada”

Segway Apex: a nova motocicleta elétrica da chinesa Xiaomi / Segway Apex: the new electric motorcycle from Chinese Xiaomi

Em 2001, quando praticamente ninguém falava sobre transporte individual movido a eletricidade, o engenheiro Dean Kamen deu a luz à Segway e seu primeiro e icônico produto de mesmo nome, o Segway, uma espécie de patinete com duas rodas paralelas que valia-se da tecnologia de auto balance por conta da evolução e barateamento dos giroscópios (responsável pelo equilíbrio do aparelho). O tempo passou e o Segway acabou virando sinônimo de transporte de guarda de shopping center. O timing adiantado acabou não levando ao consumo em massa por usuários finais e o hype acabou desaparecendo. Em 2015 a Ninebot, empresa chinesa de equipamentos inteligentes de transporte a curta distância, com investimento de capital da gigante chinesa Xiaomi, notória pelos smartphones high end de baixo custo, comprou a Segway (curiosamente depois de ser acusada de violação de patente pela Segway). Em dezembro de 2019, a Ninebot anunciou sua primeira motocicleta esportiva elétrica, a Apex. Leia mais “Segway Apex: a nova motocicleta elétrica da chinesa Xiaomi / Segway Apex: the new electric motorcycle from Chinese Xiaomi”